facebook 
Home Futebol Colunistas Planeta música Vagas de Empregos Documentos perdidos Fotos Promoções Contato
            Pontal Abrangência Programas
Colunistas
A CRÔNICA DA SEMANA: A BOA INFORMAÇÃO ESTÁ NAS MÃOS DOS JORNALISTAS

 

Por: Marcos Gabiroba

 

Todos nós, seres humanos, indistintamente, passamos pela vida com um fantástico poder dentro de nós. O poder da transformação. E este é um dos motivos de estarmos vivos, aqui e agora. Nascemos para nos melhorarmos, dia após dia, e para contribuirmos para a melhoria deste planeta.

Neste passeio que fazemos por algumas profissões, vou me ater, agora, a uma classe profissional que, a meu ver, detém o maior poder de transformar este mundo, para melhor ou para o pior: Os jornalistas.

Como pseudo jornalista que sou, admiro esta profissão, e poderia ter concluído o curso de jornalista, apesar de nunca ter me arrependido de ser formado em Direito pelo tanto que gosto de escrever crônicas, falar, perguntar e observar...

Esta é uma profissão de uma responsabilidade que, às vezes, até assusta, porque divulgar notícias e acontecimentos e colocar a sua própria visão para ouvintes e internautas quase sempre é uma tarefa difícil.

E, lamentavelmente, o que temos visto, principalmente nos últimos anos, não só no Brasil, mas em todo mundo, é uma supervalorização das notícias negativas e do sensacionalismo de tragédias sobre tragédias, incêndios e chuvas torrenciais que invadem cidades e lugares desprovidos de uma participação afetiva de governos e malversações de políticos e da política vigentes. E, se é isto que dá “ibope” na TV, rádios, jornais e revistas, ou aumenta as suas vendas é porque a Humanidade ainda dá mais valor ao negativo e à maledicência do que aos temas que fazem engrandecer a alma humana. Mas, conscientemente tenho certeza que tudo isso, um dia vai mudar. Pela boa receptividade e repercussão de minhas crônicas pela Rádio Pontal FM e Internet, crônicas estas que trazem temas ligados ao desenvolvimento pessoal e profissional e ao autoconhecimento e pelo número de manifestações que recebo de ouvintes e internautas, percebo que as pessoas estão sedentas de programas ou reportagens jornalísticas que valorizem o bom e o belo.

Existem pessoas que não gostam de ler nem ouvir rádio e tantos outros que não têm condições de comprar livros, revistas e sequer um radinho, e, nessa hora, os programas de TV e rádio podem ser os divulgadores dos conteúdos positivos de superação das pessoas. Nas crônicas semanais que escrevo com carinho e muito amor, e, às vezes um tanto quanto apimentadas existem assuntos do cotidiano importantes e sempre inspiradores para se falar e comentar, fazendo encontros e debates sobre a vida, carreiras, sentimentos, relacionamentos e sucesso, mas, infelizmente, a imprensa, de forma geral, ainda insiste em manter seu foco nas tragédias, na violência do cotidiano e nos escândalos, principalmente quando se se trata dos homens públicos e dos políticos safados e sem vergonha, apesar de reconhecer que, nos tempos modernos se fizeram por merecer.

Neste contexto, precisamos quebrar o paradigma de que jornais e revistas, telejornais e notícias inócuas, ruins mesmo continuem invadindo os lares com assuntos repugnantes, e começarmos a inserir, cada vez mais, nesses meios de comunicação, notícias de generosidade, vitórias pessoais, afetividade, pesquisas sobre a fé, isto é, temas que realmente façam as pessoas repensar suas vidas e tomar atitudes de mudanças positivas. Neste aspecto tenho consciência de que procuro fazer o melhor para o ouvinte, com certeza. O que é fato tem que ser noticiado, sim, mas é a forma como as notícias chegam que prejudicam as pessoas. A título de exemplo cito um fato extremamente negativo que, na maioria das vezes leva pânico em vez de salutar audição: se acontece um crime bárbaro de filhos contra pais, o que a mídia faz? Nos jornais estampam na primeira página, em letras garrafais o fato com sensacionalismo, mostrando fotos as mais horríveis possíveis aos olhos de quem está lendo a notícia e do assassino valorizando-o. Isto é um fato que cotidianamente dão-nos o retrato à nossa imaginação..

Nas TVs e rádios a mídia fica repetindo, horas e horas o mesmo fato, as mesmas cenas, mesmas fotos, especialmente quando se se trata de terremotos, políticos envolvidos em roubalheiras, maledicências e todo crime de colarinho branco. Este é outro fato, não é mesmo?

O ideal, nesses casos, seriam plausíveis aos jornalistas, apresentadores de jornais televisivos e nos noticiários de rádios e internets que se mobilizassem para promover debates e entrevistas com profissionais qualificados para que todos possam entender as causas de tais crimes e, com isso, evitar que outros aconteçam e, se tiverem de colocar fotos relacionadas ao caso, que coloquem de pessoas que podem explicar tais comportamentos, e não dos causadores de tantos males.

Essa exaltação do mal estimula as pessoas desequilibradas a cometer atos insanos para ter os seus minutos de “fama”, e isso é realmente trágico para todos nós, indistintamente.

Aqui cabe uma pergunta: por que não vemos nas capas de revistas ou nas manchetes de jornais as fotos dos melhores alunos das escolas, públicas ou particulares que sobressaíram nas matérias de real valor, ou de médicos verdadeiramente humanos que existem em todos os cantos do Brasil e do mundo?

Amigos, neste espaço semanal deixo, então, meu modesto ponto de vista sobre a importantíssima missão dos jornalistas e seus empregadores, para que se lembrem sempre da “Lei do Plantar e Colher”, e que usem a sabedoria do filósofo Sócrates (469 – 369 a.C), quando dizia que “todos os comentários devem passar pelos crivos da Verdade, da Bondade e da Utilidade, antes de serem pronunciados”. Pensem nisso. O mundo só será melhor, quando melhorarmos nossos conhecimentos, nossas astúcias e nosso amor ao próximo, não é mesmo?

 

Ótima semana!

 

A crônica da semana vai ao ar pela Pontal FM 104.3 - A rádio que é a sua cara, todo sábado ás 13h. Com reprise aos domingos á 18h e 05 min.Ouça http://www.radiopontal.com.br/radiopontal.html 






TOP MAIS
1 - LÉO MAGALHÃES OI
2 - LUDMILLA FEAT JEREMIH TIPO CRAZY
3 - SORRISO MAROTO ANJOS GUARDIÕES DO AMOR
4 - ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO DESTINO
5 - COLDPLAY HYPNOTIZED

 

Telefone de contato: (31) 3831-3522 / 3831-2878 / E-mail: pontal@radiopontal.com.br
Estamos localizado na Rua Francisco Osório de Menezes, 900 - Campestre - Itabira/MG
Rádio Pontal FM 104,3 - 2017. Todos os direitos reservados. - Site Ouro