facebook 
Home Futebol Colunistas Planeta música Vagas de Empregos Documentos perdidos Fotos Promoções Contato
            Pontal Abrangência Programas
Bom dia - Itabira, quarta, 19 de dezembro de 2018 Hora: 11:12
Colunistas
A CRÔNICA DA SEMANA: TRANSFORMAR NOSSA VIDA PELO FOGO

 

Para sua reflexão, inicio nosso encontro semanal, com este pensamento de autor anônimo: “O milho de pipoca que não passa pelo fogo continua sendo milho para sempre”. 
 
Assim, acontece com todos nós seres humanos. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser. Mas, de repente, vem o fogo. O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginaríamos: a dor. Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, um ente querido ou perder um emprego, perder amigos, ou ainda, ficar numa pior.
 
Pode ser um fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos. Porém, para toda situação existe o recurso do remédio para apagar o fogo! Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também é um objetivo.
 
Agora pensemos um pouco mais sobre a pipoca: imaginem a pobre pipoca fechada dentro da panela: lá dentro cada vez mais quente, ela pensa, claro que no sentido figurativo, pois pipoca não pensa, que sua hora chegou, vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si; não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela. A pipoca não imagina aquilo de que é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: ploc, ploc, ploc, ploc, ploc se cessar! E ela aparece como outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado, isto é, transformar num alimento saboroso, amado e apreciado por todos, não é mesmo? Porém, devemos observar que das pipocas rebeldes sobra-lhes o piruá, que é o milho de pipoca que se recusou a estourar. Assim também é a nossa vida: somos aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, nos recusamos a mudar. Essas pessoas acham que não podem existir coisas mais maravilhosas do que o seu jeito de ser. A presunção, o medo são as duras cascas do milho que não estoura. No entanto, seu destino é triste, já que ficará dura a vida inteira. Jamais vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Nunca vão ter alegria e jamais irão levar alegria ao seu semelhante, não é mesmo? Já pensou nisso?
 
Amigos e ouvintes a história acima é uma dádiva de Deus para nossa introspecção, pois na nossa vida existencial “jamais haverá uma noite tão longa que não encontre o dia”. Se por acaso alguém fizer com que você quebre a visão bonita que possui de si mesmo, com muita paciência e amor, reconstrua-a. Assim como o artesão recupera a sua peça mais valiosa que caiu no chão, sem duvidar de que aquela é a tarefa mais importante, você é a sua criação mais valiosa. Não olhe para trás. Não olhe para os lados. Olhe somente para dentro, para bem dentro de você e faça dali o seu lugar de descanso, conforto e recomposição. Crie este universo agradável para si. O mundo agradecerá o seu trabalho, pois assim como a pipoca se transformou num alimento agradável e saboroso, você também pode se transformar num ser humano diferente, pois querendo ou não, você é a pura e inigualável imagem e semelhança de Deus, seu e nosso Criador.
 
Por outro lado, tomando a pipoca como exemplo para nossa convivência no mundo atual, uma vez que a civilização do amor é o fim para o qual devem tender todos os esforços, tanto no campo social e cultural como no campo econômico e político, é preciso acrescentar que este fim nunca será alcançado se nas nossas concepções e nas nossas atuações relativas às amplas e complexas esferas da convivência humana, nos detivermos no critério do “olho por olho e dente por dente” ou “a ferro e fogo”, e, o contrário, se não tendermos para transformá-los essencialmente, completando-os com outro espírito, o do amor ao próximo. É nesta direção que nos conduz também as leituras bíblicas quando, ao falar repetidamente da necessidade de tornar o mundo mais humano, centraliza a missão da vida contemporânea precisamente na realização desta tarefa. O mundo dos homens só se tornará mais humano se introduzirmos, no quadro multiforme das relações interpessoais e sociais, juntamente com a justiça, e o amor misericordioso que constitui a mensagem messiânica do Evangelho.
 
O mundo dos homens só poderá tornar-se cada vez mais humano quando introduzirmos, em todas as relações recíprocas que formam a sua fisionomia moral, o momento do perdão, tão essencial proclamado por Jesus nos Evangelhos.5
 
O perdão atesta que está presente o amor que é mais forte que o pecado. O perdão, além disso, é a condição fundamental para a reconciliação, não só nas relações de Deus com o homem, mas também nas relações dos homens entre si. Um mundo do qual se eliminasse o perdão seria apenas um mundo de justiça fria e pouco respeitosa, em nome da qual cada um reivindicaria os direitos próprios em relação aos demais. Deste modo, as várias espécies de egoísmo, latentes no homem, poderiam transformar a vida e a convivência humana num sistema de opressão dos mais fracos pelos mais fortes, ou até mesmo numa arena de luta permanente de uns contra os outros. 
 
Ser simplesmente o milho de pipoca que não passa pelo fogo, isto é, pelo mistério da misericórdia de Deus, esta revelada por Jesus Cristo é tornar-se eternamente num piruá de casca grossa que não serve para nada, a não ser jogado fora.
 
Pensem nisso!!!
 
Ótima semana para todos! 
 
 

teste



TOP MAIS
1 - ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO ANJO DO AMOR
2 - NICOLAS GERMANO SIMPLES E ROMÂNTICO
3 - SORRISO MAROTO O IMPOSSÍVEL
4 - ATITUDE 67 CERVEJA DE GARRAFA
5 - IZA PART. RINCON SAPIÊNCIA GINGA

 

Telefone de contato: (31) 3831-3522 / 3831-2878 / E-mail: pontal@radiopontal.com.br
Estamos localizado na Rua Francisco Osório de Menezes, 900 - Campestre - Itabira/MG
Rádio Pontal FM 104,3 - 2018. Todos os direitos reservados. - Site Ouro