O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) julgará, na tarde desta terça-feira (10), recurso do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) contrário à absolvição do empresário Gustavo Correa, cunhado da apresentadora Ana Hickmann. Em 2016, Gustavo matou Rodrigo Augusto de Pádua, que se dizia fã da modelo, após esse ter invadido o hotel em que eles estavam hospedados, em Belo Horizonte.

De acordo com o TJMG, o julgamento do recurso será feito por três desembargadores a partir das 13h30. Gustavo foi absolvido em abril do ano passado pela juíza Malin Azis Sant'Ana, que entendeu que Gustavo agiu em legítima defesa.

No entanto, para o MP a postura do cunhado de Hickmann no caso não pode ser considerada de legítima defesa e sim homicídio doloso, pois Gustavo disparou três tiros na nuca de Rodrigo. O órgão pede que o acusado vá a júri popular.  

Ana Hickmann utilizou as redes sociais nessa segunda (9) e terça-feira (10) para pedir às pessoas que rezem por sua família neste momento de dor. Ana afirmou que confia na Justiça.

"Se Deus quiser, os desembargadores manterão a sentença absolutória, que entendeu que meu cunhado agiu em legítima defesa. Ele foi o Herói da história, salvou a minha vida e da Giovana", postou.