facebook 
Home Futebol Colunistas Planeta música Vagas de Empregos Documentos perdidos Fotos Promoções Contato
            Pontal Abrangência Programas
Boa noite - Itabira, sexta, 17 de setembro de 2021 Hora: 22:09
Futebol
Atlético pega o Vasco em São Januário, onde o histórico é ruim

 

O ditado popular diz que a “última imagem é a que fica”. O Atlético aposta nisso como nunca para o duelo da noite deste sábado (23), contra o Vasco, às 21h, em São Januário, no Rio de Janeiro, pela 32ª rodada da Série A, quando vencer será fundamental para o time seguir com boas chances na briga pelo título da competição.

Nas 17 edições anteriores do Brasileirão, entre 2003 e 2019, em quatro delas não aconteceu o duelo entre atleticanos e vascaínos, pois os mineiros jogaram a Série B em 2006, e os cariocas em 2009, 2014 e 2016. Nas 13 competições que restam, em 11 o Cruzmaltino recebeu o Galo em São Januário, local do confronto deste sábado. E saiu de campo derrotado apenas uma vez, justamente no último encontro entre os dois clubes no histórico estádio.

Em 1º de maio de 2019, sob o comando de Rodrigo Santana, o Atlético fez 2 a 1 no Vasco em sua casa contando com um golaço de Chará aos 45 minutos do segundo tempo. Elias tinha feito 1 a 0 e Maxi López empatado.

Histórico

Antes deste 2 a 1 no Dia do Trabalho de 2019, em dez jogos entre Vasco e Atlético, em São Januário, pela Série Ao por pontos corridos, foram seis vitórias vascaínas e quatro empates, sendo os dois resultados desastrosos para as pretensões atleticanas de título.

E este período de hegemonia vascaína foi marcado por goleadas e até briga no gramado entre jogador e torcedor atleticano.

Em 2004, ano em que o Atlético escapou do rebaixamento na última rodada, ele foi goleado por 3 a 0, em 19 de agosto.

No ano seguinte, o da queda, derrota por 2 a 1 e voadora do volante Walker num torcedor atleticano que invadiu o gramado de São Januário para cobrar do time.
Em 2007, na volta do Galo à elite, ele perdeu por 4 a 0 em São Januário. E no ano do seu centenário, 2008, foi goleado por 6 a 1 pelo Cruzmaltino.

Nos últimos seis confrontos, a conta é mais equilibrada. Além da vitória atleticana no último jogo, foram duas as vascaínas, por 2 a 0, em 2011, e 2 a 1, em 2018. E três empates, todos por 1 a 1, em 2010, 2012 e 2017.

Duas vezes nos pontos corridos, o Vasco recebeu o Atlético sem ser em São Januário. Em 2013, com o Maracanã já cedido à Fifa para a Copa das Confederações, os dois times jogaram no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, e os cariocas venceram por 2 a 0.

Em 2015, o duelo aconteceu no Maracanã, e o Galo levou a melhor. Com gols dos argentinos Lucas Pratto e Dátolo venceu por 2 a 1. Nenê, de pênalti, marcou para o Vasco.

Retorno

Para buscar a vitória em São Januário, Jorge Sampaoli terá a volta do volante Jair, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo no empate por 1 a 1 com o Grêmio, na última quarta-feira, em Porto Alegre.

Com isso, Guilherme Arana retorna à lateral, embora mesmo lá exerça função de meia na equipe, e Junior Alonso à zaga.

Seu companheiro deve ser  Réver, mas como o jogador saiu no intervalo, diante do Grêmio, por uma indisposição, qualquer problema com ele Igor Rabello deve entrar na equipe. Mas o capitão atleticano viajou para o Rio de Janeiro com a delegação.

No Vasco, a grande esperança de Vanderlei Luxemburgo está depositada na volta do meia argentino Benítez ao time, que vem de goleada por 4 a 1 para o Bragantino, em Bragança Paulista.

A FICHA DO JOGO

VASCO
Fernando Miguel; Léo Matos, Werley (Marcelo Alves), Leandro Castán e Henrique; Bruno Gomes, Léo Gil e Benítez; Talles Magno (Gabriel Pec), Pikachu e Cano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

ATLÉTICO
Everson; Guga, Réver (Igor Rabello), Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair e Hyoran; Savarino, Eduardo Vargas e Keno. Técnico: Jorge Sampaoli

DATA: 23 de janeiro de 2021

HORÁRIO: 21h

ESTÁDIO: São Januário

CIDADE: Rio de Janeiro

MOTIVO: 31ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

ARBITRAGEM: Vinícius Gonçalves Araújo, auxiliado por Fabrício Vilarinho e Bruno Raphael Pires, todos de São Paulo
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

TRANSMISSÃO: SporrTV e Premiere

 
 

teste



TOP MAIS
1 - GUSTTAVO LIMA FICHA LIMPA
2 - HENRIQUE E JULIANO ARRANHÃO
3 - HUNGRIA AMOR E FÉ
4 - ANITTA GIRL FROM RIO
5 - ALAN WALKER SWEET DREAMS

 

Telefone de contato: (31) 3831-3522 / 3831-2878 / E-mail: pontal@radiopontal.com.br
Estamos localizado na Rua Francisco Osório de Menezes, 900 - Campestre - Itabira/MG
Rádio Pontal FM 104,3 - 2021. Todos os direitos reservados. - Site Ouro